Currículo

Currículo

O currículo é a sua primeira e principal arma para poder chamar a atenção dos recrutadores na hora de buscar uma vaga de emprego. Um currículo bem elaborado, garante muito mais chances de você ser chamado para uma entrevista. No entanto, existem alguns passos muito importantes que devem ser seguidos para que a sua apresentação profissional consiga chamar a atenção, e não se torne apenas mais uma na lista de e-mails.

Dentre o que não se deve fazer em um currículo temos o uso do português de maneira incorreta, por isso lembre-se sempre de revisá-lo com muito cuidado ao final. Excesso de informação também se torna um ponto que pode ir contra você, a ideia é sempre adequar a sua experiência de acordo com o que a vaga esteja pedindo, pois informações desnecessárias podem confundir ou cansar o recrutador na hora da peneira. Fotos inadequadas, números de RG, CPF e letras coloridas também devem ficar de fora.

O que deve constar:

1 – Dados pessoais: Nome, endereço com CEP, telefone e e-mail apenas. Idade e estado civil são optativos.

2 – Objetivo: Deixe muito claro, logo no início, para qual cargo você está se candidatando ou qual a sua área de interesse.

3 – Formação: Mencione a sua formação e cursos especialização, informando a data de início e término de cada um, na ordem do último para o primeiro e pontuando o nome das instituições.

4 – Experiência profissional: Coloque suas experiência de maneira atrativa, ressaltando as coisas mais importantes que você realizou em cada empresa. Informar os resultados obtidos de cada tarefa pode ser uma boa.

5 – Idiomas: Neste caso a honestidade sempre é o que vale. Coloque o seu verdadeiro nível do idioma especificado, seja ele básico, intermediário ou fluente. Mencionar se estiver realizando algum curso ou listar certificados de proficiência e intercâmbios culturais ajuda.

6 – Experiência internacional: Se você tiver, é sempre bom colocar. Esse tipo de experiência é muito bem vista pelos recrutadores de modo geral.

7 – Salários: Não mencione pretensões salariais, apenas se o recrutador solicitar. E neste caso, procure pesquisar a média salarial do cargo pra o qual está se candidatando para não dar bola fora.

8 – Carta de apresentação: Uma apresentação mais objetiva sobre você abordando os seus principais pontos, também pode ser algo a favor. Mas não é essencial.
Conheça também:
Vagas de emprego SP
Emprego.net
Modelos de Curriculo